sexta-feira, 6 de abril de 2018

Árvore de interesse Público


O sobreiro conhecido como “Assobiador”, em Águas de Moura, no concelho de Palmela, mereceu hoje o título de “Tree of the Year”, depois de uma votação do público que o tornou vencedor com 26606 votos, seguido dos ulmeiros ancestrais de Cabeza Buey (Badajoz, Espanha), com 22323 escolhas, e do carvalho ancião da floresta de Belgorod (Dubovskoye, na Federação Russa), com 21884 indicações.
Na página da organização, que pode ser lida aqui, a história do “Assobiador” é assim contada: “O Assobiador deve o nome ao som originado pelas inúmeras aves que pousam nos seus ramos. Plantado em 1783 em Águas de Moura, este sobreiro já foi descortiçado mais de vinte vezes. Além do contributo para a indústria, é impossível quantificar o seu impacto na manutenção do ecossistema e no combate ao aquecimento global. Com 234 anos, o Assobiador está classificado como ‘Árvore de Interesse Público’ desde 1988 e inscrito no Livro de Recordes do Guinness como ‘o maior sobreiro do mundo’!”

sábado, 13 de janeiro de 2018

APRENDER


Aprender implica camadas de dificuldade, uma vez que o que sabemos é sempre menos do que conhecemos...
Ao longo da vida fomos aprendendo coisa sobre o mundo, os outros e nós próprios...
Começamos a aprender por imitação uma língua, regras de conduta que mais tarde descobrimos que são diferentes daquelas que regem outras pessoas de outras partes do mundo...
Gravamos na nossa memória crenças, teorias, ideias, valores de quem nos educa...
Na escola , aprendemos o conhecimento mais formal...aprendemos a escrita, os números, e tudo o que faz parte da formação e desenvolvemos a capacidade de raciocinar...
Quanto mais aprendemos mais dúvidas se instalam...

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

MÁXIMAS


 “São importantes as teorias, mas convém não esquecer os sentimentos.”
 “É a História de um país que dá a intensidade da ligação da árvore à terra. E cada país é uma árvore.”
 “O mundo não é claro e depois escuro, o mundo, cada pedaço dele, é claro e escuro"
 “Entre dois dias grandes há dias pequenos, e nesses dias individuais secretos reside a outra metade de um ser vivo.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

ALVARO DE CAMPOS

“MAGNIFICAT” DE ÁLVARO DE CAMPOS
Cada poema é um encontro,/ no processo em que é escrito/ tanto como no processo em que é lido. Encontrei há muito tempo este poema/ e sei que de repente ele me veio cortar a respiração/ e ferir-me com a terrível consciência/ de que nunca poderemos sair do nosso próprio ser,/ nem pela vida nem pela morte. Cárcere do ser, li mais tarde no mesmo Álvaro de Campos. Mas o soco que o poema dá em nós (“e a dor dói como um soco”, Alexandre O’Neill) só o sentimos bem nesses momentos em que da ideia se passa ao espanto quase físico do encontro com uma verdade de nós que nós não sabíamos. O poeta é afinal aquele que sabe dar-nos de surpresa um soco no mais fundo do que somos. Para com isso aprendermos a ver melhor o esplendor do mundo.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Planear a Vida

Planeamento financeiro é para deixar alguém rico?


Então, qual o objectivo? Ter uma vida tranquila, com futuro seguro, permitindo a todos os membros da família conquistarem seus sonhos. Resumindo: com planeamento financeiro, sonho vira realidade.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Jim Caviezel

LIBERDADE

A liberdade não existe para a pessoa fazer o que quer,mas para ter o direito de fazer o que deve.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

SONHO

Quando um homem traça um objetivo a ser conquistado, e oposições e obstáculos de toda ordem se levantam contra ele, isso é apenas um teste para ver de que material é feito os seus sonhos.

domingo, 8 de janeiro de 2017

MENSAGEM

Mensagem
Irmão, que a paz tão almejada por todos faça parte do seu cotidiano. Muitas vezes olhamos apenas para fora, para outras formas de pensar e de agir, e nos esquecemos da nossa trajetória interna, dos nossos pensamentos originais.
Valorizemos a nossa paz interna, gerada pelos nossos pensamentos em equilíbrio. A verdadeira paz nasce dentro de nós e se expande, ela não vem de fora..
Busquemos evoluir, antes que as nossas pequenas mazelas cresçam e influenciem a nossa história (e se tornem grandes mazelas, nos levando à derrocada).

                                                                                            (por amigos)


Especialista em Ética da vida

8 DE JANEIRO DE 2017, 14:02
Daniel Serrão morreu este domingo, 8 de janeiro, aos 88 anos, vítima de problemas respiratórios decorrente de um atropelamento que sofreu há mais de dois anos, em Paranhos, no Porto.
O médico português era especialista em ética da vida e foi também conselheiro do Papa João Paulo II por ser membro da Academia Pontifícia Para A Vida.
Em 2010, a CARAS assistiu à entronização de Daniel Serrão como Cavaleiro Honorário da Confraria do Vinho Verde, em Braga. Uma cerimónia que decorreu sob o olhar atento do filho, o empresário da área têxtil e comentador desportivo Manuel Serrão, também ele confrade. "O meu filho tem uma carreira muito importante. A maior parte das pessoas conhece-o, porque é bem-humorado, mas ele desenvolve um trabalho exemplar na área têxtil. Foi o grande impulsionador da zona norte. Se houvesse uma confraria dos produtores de moda, ele era o grão-mestre", disse, na altura, Daniel Serrão.

domingo, 14 de agosto de 2016

PONTE SOBRE O TEJO EM LISBOA

Foi há 50 anos sobre a inauguração da ponte que ligou Lisboa a Almada, atravessando o Tejo, hoje chamada “25 de Abril”, mas com o nome de “Salazar” na data da inauguração. A ponte tinha sido começada a construir quatro anos antes, exactamente em 5 de Novembro de 1962. Neste mesmo ano de 2016, passaram também 100 anos sobre a morte de Edmond Bartissol, o francês que concebeu um dos primeiros projectos de ponte para a travessia do Tejo na zona de Lisboa e que doou a Casa de Bocage ao município setubalense. Tudo números redondos para evocar Bartissol. Desde o primeiro trimestre de 1911 que Setúbal tem o nome de Edmond Bartissol consagrado na toponímia, dando nome à rua que antes teve S. Domingos como patrono. A razão de tal escolha está ligada à oferta da casa onde terá nascido Bocage, que o engenheiro francês fez, em 1887, à Câmara sadina. Tendo constado que a casa ia ser vendida, o engenheiro adquiriu-a, fez-lhe as obras de manutenção e doou-a à autarquia, tendo a imprensa regional da época dito que a intenção do doador era a de que ali fosse instalada “a biblioteca municipal ou um museu bocagiano”. Nascido em 20 de Dezembro de 1841, em Portel-les-Corbières, na região de Perpignan, no sul de França, Edmond Bartissol desde cedo se tornou empreendedor de génio. Em 1866, já estava na